DOUTRINA ESPÍRITA

O fato que o espiritismo nos trouxe a partir de 1857 existe faz tempo e tempo; mas somente a partir de 1857, com a publicação de O Livro dos Espíritos, eles vieram a conhecimento claro e explícito.

O Espiritismo nasceu do trabalho conjunto de Allan Kardec e dos Espíritos. Kardec reuniu as comunicações fornecidas pelos Espíritos, estudou-as, pesquisou-as e colocou o resultado deste trabalho em livros, para que todo mundo pudesse deles conhecer e aprender.

Os livros, que são conhecidos como obras básicas ou codificação espírita, trazem os fundamentos da Doutrina Espírita ou Espiritismo. Por isso, é importante conhecê-los. As obras básicas são:

1. LE: O Livro dos Espíritos, que foi o primeiro a ser publicado, isto no ano de 1857, depois dele seguiu-se na seguinte ordem:
2. LM: O Livro dos Médiuns;
3. ESSE: O Evangelho Segundo o Espiritismo;
4. A Gênese;
5. O Céu e o Inferno.

Os Espíritos responsáveis pela revelação da Doutrina Espírita eram liderados pelo Espírito da Verdade. O Espiritismo é uma doutrina cristã, pois segue os ensinamentos de Jesus.

Jesus é considerado o modelo de perfeição moral que um ser humano pode atingir na Terra. O maior objetivo do Espiritismo é transformar a Terra num mundo melhor, através da transformação nos pensamentos e sentimentos das pessoas.

Alguns Princípios do Espiritismo:

O Espiritismo é uma doutrina filosófica que se define por um conjunto de princípios. Estes princípios formam a base do pensamento espírita sobre a vida e o Universo.

Abaixo colocamos alguns desses princípios:

1. Deus: O Criador.
2. Espírito e Matéria: os elementos da Criação.
3. Imortalidade da Alma.
4. Reencarnação.
5. Comunicação entre os dois planos da vida: material e espiritual.
6. Evolução.
7. Livre-arbítrio.
8. Causa e Efeito.
9. Perispírito.
10. Pluralidade dos mundos habitados.

Allan Kardec – pseudônimo adotado pelo Professor Francês Hippolyte Leon Denizar Rivail (1804 –1869) para publicar livros que explicam o que é o Espiritismo. Allan kardec tinha sido seu nome numa encarnação anterior quando foi um sacerdote da religião celta (também chamada druida)

Autoconhecimento: Conhecimento de si mesmo, que significa saber quem somos, o que somos e como somos.

Bem, palavras e atos que não produzem más consequências para ninguém; palavras e atos os quais devemos procurar viver todos os dias:

Caridade: Todo ato nascido do amor ao próximo.

1. A caridade pode ser material: Quando através de atos e doações, tipo dar um agasalho ou levantar-se e oferecer o lugar para uma pessoa idosa, enfim, nos doarmos para alguém.
2. E pode ser moral: Quando através de palavras e pensamentos, tipo de dizer coisas que alegrem quem está triste, fazer uma prece por alguém, também ofertamos a alguém.

Causa e Efeito: É o mesmo que ação e reação, ou seja, a toda ação corresponde uma reação igual e contrária. É um mecanismo da justeza das leis de Deus para fazer com que todos recebam as conseqüências naturais de suas ações, palavras e pensamentos, a fim de com elas aprendermos a vivenciar sempre o bem e com isso evoluir.

Centro Espírita: Lugar onde as pessoas e Espíritos se reúnem visando o estudo, o conhecimento e a vivência da Doutrina Espírita.

Codificação Espírita: Conjunto de livros escritos por Allan Kardec sob a orientação de Espíritos Superiores, que contém os principais ensinamentos da Doutrina Espírita. Ela se compõe de 05 livros: O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espiritismo, A Gênese e O Céu e O Inferno.

Elementos Gerais do Universo: São dois: O espírito e a matéria, e formam tudo o que existe no Universo e, também, são uma lei universal e um dos princípios fundamentais do Espiritismo.

Encarnação: É quando o Espírito se liga a um óvulo fecundado e vem para a terra participar da construção de um mundo melhor em um novo corpo físico.

Fé raciocinada: Certeza e confiança baseadas no conhecimento de como funcionam os vários aspectos da vida; é a crença com compreensão.

Imortalidade: Qualidade daquilo que nunca morre, que vive para sempre. Os Espíritos (ou seja, nós todos) são imortais. A imortalidade dos Espíritos também é uma lei universal e um dos princípios fundamentais do Espiritismo.

Jesus: O Espírito mais evoluído que já encarnou na terra, modelo de atitudes para todos nós. Seus atos e ensinamentos têm um forte conteúdo que serve de exemplo e lição de vida.

Mesas girantes: Fenômeno que atraiu o interesse de curiosos e pesquisadores da Europa e dos Estados Unidos, foi o movimento das mesas provocadas por Espíritos que fez com que Allan Kardec começasse a estudar e pesquisar para, depois, elaborar a Doutrina Espírita (ou Espiritismo)

Moral: Conjunto de princípios para se viver bem consigo mesmo, com o semelhante e com Deus.

Morte: Por razões naturais ou acidentais, o corpo físico (corpo material) não tem mais possibilidade de seguir com seus processos vitais, o que provoca o desligamento do Espírito, o qual passa a viver no Plano Espiritual. O Espírito continua sendo quem ele é; apenas o corpo físico (material) se acaba.

Perispírito: Corpo invisível, feito de matéria fluídica, que todos os espíritos têm. Sua matéria é fluida por isso maleável e pode aparentar-se de formas variadas, tipo ficando mais luminoso se está alegre.

Reencarnação: Princípio básico do espiritismo, segundo o qual os espíritos voltam a encarnar, volta a viver em um novo corpo físico tantas vezes quantas forem necessárias para desenvolver todas as suas potencialidades, adquirir e desenvolver conhecimentos, se aperfeiçoar e evoluir.

Sono: Adormecimento do corpo físico que permite ao Espírito certa liberdade para encontrar amigos, estudar, trabalhar e várias outras atividades no mundo espiritual.

As três Revelações:

A Primeira Revelação foi os 10 mandamentos transmitidos por Moisés;
A Segunda Revelação foi o Evangelho vivido e exemplificado por Jesus.
A Terceira Revelação – O Espiritismo é considerado a terceira revelação de Deus a Terra.

Terra: É um mundo, cujo estado atual é de provas e expiações, um dos planetas onde os Espíritos encarnam na sua jornada evolutiva.

Virtude: Qualidade moral, resultado da melhoria dos pensamentos e sentimentos. Tipo bondade, honestidade, lealdade.

Desconheço a Autoria.