A arte… De aceitar

You may also like...

  • Lupupim

    Dothy, sem lhe pedir licença,mas sempre repasso suas mensagens para meus amigos do Facebook.Coloco meu nome junto do seu.Grata pelo empenho em nos fazer refletir sobre atitudes tão significativas:verdadeiras aulas.Desejo que essa sua existência lhe conceda muitos créditos, pelo trabalho que faz a favor de seus irmãos planetários.Com afeto.Besitos, Lu Pupim

    • Olá Lupupim… Agradecemos sua visita ao Blog espirita e agradeço também pelas belas palavras ao meu trabalho que executo com amor e carinho… minha felicidade é contribuir todos os dias, palavras que ajudem vocês.

      Abraços afetuoso

  • Geraldineisihuchi

    Oi Dothy… Obrigada mais uma vez pelas palavras e a linda mensagem. Como a amiga Lu eu também compartilho suas mensagens no meu perfil de FB…. porque acho muito importante que as pessoas possam ler e aprender. Muitos abracos desde a Bolívia. Geraldine

    • Olá Graldine… Agradecemos mais esta visita e contribuição ao Blog Espirita… Obrigada pelo incentivo ao meu trabalho. É uma alegria saber que conto com o teu carinho e apoio nesta tarefa gratificante que dedico com muito amor… Abraços afetuoso

  • Milton de Araújo Sousa

    Excelente matéria, a Familia é a base de tudo, aliada de “Deus” e o papel da Mãe tem sido motivo de destaque para a manutenção de muitas Familias, que este exemplo sirva de modelo para muitos Pais de Familia que querem construir um futuro melhor, procurando corrigir seus erros e aperfeiçoando seus acertos. Fiquem com “DEUS”

    • Olá amigo Milton… Agradecemos a presença e por complementares este conto infantil com seu depoimento esclarecedor. Abraços

  • Leloalmeida

    Adorei!
    Que bom se as famílias aplicassem esses ensinamentos….A conduta da mãe em nunca ter falado mal do ex-marido para a filha é muito digna, não induzindo a filha a ter raiva nem rancor de ninguem e deixando que a Nilza tire suas próprias conclusões sobre a situação, respeitando o livre arbítrio de todos.

    Obrigado pela linda mensagem…

    abs

    • Olá amigo Leloalmeida… Agradecemos a presença e por compartilhar conosco sua opinião. Ao escrever este conto infantil, eu tive o cuidado em deixar para própria menina fazer sua reflexão sobre a situação do pai Abraços