3 Dezembro 2013 2 Comments

Não há mais tempo

fazer o bemHá momentos na vida que temos a sensação de que não há mais tempo…

Não há mais tempo
para aproveitar o dia que não se viveu
Ou para a morte que não aconteceu
Os sonhos que não foram realizadosNÑ
Não há mais tempo
para o sorriso que não floriu
A dor que não sentiu
A brincadeira que não se brincou lá fora
O amor que veio e que se jogou fora
A página em branco que não escrevemos
A saudade, que não vivemos

[Clique aqui para continuar a ler...]

27 Novembro 2013 0 Comments

Desgosto

images (9)

Referimo-nos habitualmente aos desgostos da vida como se nada mais tivéssemos que pensar.
Essas ocorrência sobrevêm, de vez que, em nossas atuais condições evolutivas, somos ainda propensos a fixar o coração nos fenômenos do mal, extremamente desmemoriados quanto ao bem, à feição de pessoa que preferisse morar dentro de uma nuvem, à frente do Sol.
Ligeiro mal-estar obscurece-nos a harmonia interior e adotamos regime de aflição que acaba por atrair-nos moléstia grave…
Isso porque apagamos da lembrança os milhares de horas felizes que lhe antecederam o apareci- mento, sem perceber que o incômodo diminuto é aviso da natureza a que retomemos posição de equilíbrio.
Breve desajuste no lar interrompe-nos a alegria e desvairamo-nos em revolta, instalando, às vezes, perigosos quistos de malquerença, no organismo familiar…
Isso porque quase nunca relacionamos os tesouros de estabilidade e euforia com que somos favorecidos em casa, longe de observar que o problema imprevisto expressa bendita oportunidade de consolidarmos o amor e a tranquilidade no instituto doméstico.
Um companheiro nos deixa a convivência e deitamos longas teorias, acerca da ingratidão, estabelecendo complicações de profundidade…
Isso porque olvidamos as afeições preciosas que nos enriquecem os dias, incompetentes que nos achamos para concluir que o amigo, tangido pelas forças espirituais com que se afina, terá buscado o tipo de experiência mais adequada aos próprios impulsos, com vantagem para ele e proveito nosso.
Insignificante desentendimento reponta na esfera profissional e exageramos o acontecido, lançando perturbação ou incrementando a desordem…
Isso porque muito dificilmente ligamos justa importância aos dotes inúmeros que recolhemos do nosso campo de trabalho, inábeis para reconhecer que o destempero havido é o ensejo de proteger e prestigiar a organização a que fomos chamados, em favor de nós mesmos.
Desgosto está efetivamente para o coração, como a poda para a árvore.
Se dissabores nos visitam, recordemos que a vida está cortando o prejudicial e o supérfluo, em nossas plantas de ideal e realização, a fim de que possamos nos renovar e melhor produzir.
-Emmanuel- [Clique aqui para continuar a ler...]

12 Novembro 2013 2 Comments

Saindo da escuridão

hqdefault

Platão, no livro A República, capítulo VII, convida o leitor a imaginar “um grupo de seres humanos que vivem em uma caverna subterrânea desde a infância. Esses indivíduos vivem nesta caverna desde a infância, e eles estão com seus pescoços e pernas acorrentados uns aos outros. Eles só conhecem a caverna e nada mais. A uma certa distância há uma fogueira, única fonte de calor e de luz. As sombras desses indivíduos são projetadas pelo fogo na parede da caverna; no entanto, eles desconhecem serem suas próprias sombras e, portanto, ficam temerosos das figuras em movimentos que aparecem na caverna”.

[Clique aqui para continuar a ler...]

6 Novembro 2013 2 Comments

Socorre a ti mesmo.

images (22)

 

Cura a catarata e a conjuntivite,mas corrige a visão espiritual de teus olhos. Defende-te contra a surdez,entretanto ,retifica o seu modo de registrar as vozes e solicitações variadas que te procuram. Medica a arritmia e a dispneia,contudo, não entregues o coração à impulsividade arrasadora. Combate a neurastenia e o esgotamento,no entanto, cuida de reajustar as emoções e tendências. Persegue a gastralgia,mas educa seu apetite à mesa. Melhora as condições do sangue,todavia , não o sobrecarregues com os resíduos de prazeres inferiores. Guerreia a hepatite,entretanto,livra o fígado dos excessos em que te comprazes. Remove os perigos da uremia,contudo,não sufoques os rins com os venenos de taças brilhantes. Desloca o reumatismo dos membros,reparando,porém,o que fazes com teus pés,braços e mãos. Sana os desacertos cerebrais que te ameaçam,todavia,aprende a guardar a mente no idealismo superior e nos atos nobres. Consagra-te a própria cura,mas não esqueças a pregação do Reino Divino aos teus órgãos. Eles são vivos e educáveis.Sem que teu pensamento se purifique e sem que a tua vontade comande o barco do organismo para o bem,a intervenção dos remédios humanos não passará de medida em trânsito para a inutilidade.

[Clique aqui para continuar a ler...]

5 Novembro 2013 3 Comments

União e separação numa perspectiva espírita

 

 

images (3)Uma curiosa e inédita pesquisa realizada com casais americanos acaba de ser revelada por prestigiosa publicação brasileira.

Eis três das principais conclusões obtidas pelos pesquisadores:

* Casais que convivem com as adversidades do matrimônio são mais felizes do que os que decidem separar-se.

[Clique aqui para continuar a ler...]

4 Novembro 2013 3 Comments

Ajuda-te, que o céu te ajudará

pensando1-300x291

Narra-se que um sábio caminhava com os discípulos por uma estrada tortuosa, quando encontraram um homem piedoso que, ajoelhado, rogava a Deus que o auxiliasse a tirar seu carro do atoleiro.
Todos olharam o devoto, sensibilizaram-se e prosseguiram.
Alguns quilômetros à frente, havia um outro homem que tinha, igualmente, o carro atolado num lodaçal. Esse, porém, esbravejava reclamando, mas tentava com todo empenho liberar o veículo.
Comovido, o sábio propôs aos discípulos ajudá-lo.
Reuniram todas as forças e conseguiram retirar o transporte do atoleiro. Após os agradecimentos, o viajante se foi feliz.
Os aprendizes surpresos, indagaram ao mestre: Senhor, o primeiro homem orava, era piedoso e não o ajudamos. Este, que era rebelde e até praguejava, recebeu nosso apoio. Por quê?
Sem perturbar-se, o nobre professor respondeu: Aquele que orava, aguardava que Deus viesse fazer a tarefa que a ele competia. O outro, embora desesperado por ignorância, empenhava-se, merecendo auxílio.
* * *
Muitos de nós costumamos agir como o primeiro viajante. Diante das dificuldades, que nos parecem insolúveis, acomodamo-nos, esperando que Deus faça a parte que nos cabe para a solução do problema.
Nós podemos e devemos empregar esforços para melhorar a situação em que nos encontramos.
Há pessoas que desejam ver os obstáculos retirados do caminho por mãos invisíveis, esquecidas de que esses obstáculos, em sua maioria, foram ali colocados por nós mesmos, cabendo-nos agora, a responsabilidade de retirá-los.
Alguns se deixam cair no amolentamento, alegando que a situação está difícil e que não adianta lutar.
Outros não dispõem de perseverança, abandonando a luta após ligeiros esforços.
Com propriedade afirma a sabedoria popular que pedra que rola não cria limo, sugerindo alteração de rota, movimento, dinamismo, realização.
Não basta pedir ajuda a Deus, é preciso buscar, conforme o ensino de Jesus: Buscai e achareis, batei e abrir-se-vos-á.
Devemos, portanto, fazer a nossa parte que Deus nos ajudará no que não estiver ao nosso alcance resolver.
* * *
Seria ideal que, sem reclamar e pensando corretamente, fizéssemos esforços para retirar do atoleiro o carro da nossa existência, a fim de seguirmos adiante felizes, com coragem e disposição. Confiantes de que Deus sustentará as nossas forças para que possamos triunfar.
Pensemos nisso!
Redação do Momento Espírita.

24 Outubro 2013 3 Comments

Homicídios espirituais

images (21)

Uma revelação importante que os espíritos trouxeram aos homens é a que diz respeito à influência que aqueles exercem sobre estes.

A uma pergunta que lhes foi feita, os habitantes do mundo invisível disseram que influem nos atos humanos muito mais do que se possa pensar por aqui, na Terra.

[Clique aqui para continuar a ler...]

22 Outubro 2013 0 Comments

Acidentados da Alma

14Compadeces-te dos caídos em moléstia ou desastre, e que apresentam no corpo comovedoras mutilações.
Inclina-te, porém, com igual compaixão para aqueles outros que comparecem, diante de ti, por acidentados da alma, cujas lesões dolorosas não aparecem.
Além da posição de necessitados, pelas chagas ocultas de que são portadores, quase sempre se mostram na feição de companheiros menos atrativos e desejáveis.
***
Surgem pessoalmente bem-postos, estadeando exigências ou formulando complicações, no entanto, bastas vezes trazem o coração sob provas difíceis;
espancam-te a sensibilidade com palavras ferinas, contudo, em vários lances da experiência, são feixes de nervos destrambelhados que a doença consome;
revelam-se na condição de amigos, supostos ingratos, que nos deixam em abandono, nas horas de crise, mas, em muitos casos, são enfermos de espírito, que se enviscam, inconscientes, nas tramas da obsessão;
acolhem-te o carinho com manifestações de aspereza, todavia, estarão provavelmente agitados pelo fogo do desespero, lembrando árvores benfeitoras quando a praga as dizima;
são delinquentes e constrangem-te a profundo desgosto, pelo comportamento incorreto;
no entanto, em múltiplas circunstâncias, são almas nobres tombadas em tentação, para as quais já existe bastante angústia na cabeça atormentada que o remorso atenaza e a dor suplicia…
***
Não te digo que aproves o mal sob a alegação de resguardar a bondade.
A retificação permanece na ordem e na segurança da vida, tanto quanto vige o remédio na defesa e sustentação da saúde.
Age, porém, diante dos acidentados da alma, com a prudência e a piedade do enfermo que socorre a contusão, sem alargar a ferida.
***
Restaurar sem destruir.
Emendar sem proscrever.
Não ignorar que os irmãos transviados se encontram encarcerados em labirintos de sombra, sendo necessário garantir-lhes uma saída adequada.
***
Em qualquer processo de reajuste, recordemos Jesus que, a ensinar servindo e corrigir amando, declarou não ter vindo à Terra para curar os sãos.
************
Emmanuel
Chico Xavier

16 Outubro 2013 1 Comment

Ingredientes do êxito

images (24)O êxito espera por você, tanto quanto, vem exaltando quantos lhe alcançaram as diretrizes.
Largue qualquer sombra do passado ao chão do tempo, qual a árvore que lança de si as folhas mortas.
Não se detenha, diante da oportunidade de servir.
Mobilize o pensamento para criar vida nova.
Melhore os próprios conhecimentos, estudando sempre.
*
Saliente qualidades e esqueça defeitos.
Desenvolva os seus recursos de simpatia e evite qualquer impulso de agressão.
Se você pode ajudar, em auxílio de alguém, faça isso agora.
Enriqueça o seu vocabulário com boas palavras.
Aprendendo a escutar, você saberá compreender.
*
A melhor maneira de extinguir o mal será substituí-lo com o bem.
Destaque os outros e os outros destacarão você.
Viva o presente, agindo e servindo com fé e alegria, sem afligir-se pelo futuro, porque, para viver amanhã, você precisará viver hoje.
Habitue-se a sorrir.
Recorde que desalento nunca auxiliou a ninguém.
Não permita que a dificuldade lhe abra porta ao desânimo porque a dificuldade é o meio de que a vida se vale para melhorar-nos em habilitação e resistência.
Ampare-se amparando os outros.
Censura é uma fórmula das mais eficientes para complicar-se.
Abençoe a vida e todos os recursos da vida onde você estiver.
Nunca desconsidere o valor da sua dose de solidão, a fim de aproveitá-la em meditação e reajuste das próprias forças.
Observe: todo o tempo é tempo de Deus para restaurar e corrigir, começar e recomeçar.
André Luiz

12 Outubro 2013 0 Comments

A criança e o futuro

images (5)

 

^^ Escrever pra criança é uma dádiva^^

Escrevo para crianças porque o futuro é delas.
Através da escrita eu construo para elas um mundo melhor
Um mundo onde elas serão respeitas e não confundidas
Onde elas sejam amadas e não esmagadas
Onde elas sejam protegidas e não violentadas
Onde a maldade não lhes alcance, o preconceito não lhes aponte os defeitos
Onde elas acreditem em seus sonhos e eles sejam esclarecidos e educados.
Onde elas expressem o que sentem, sem serem tolhidas ou caladas.
Onde elas consigam diferenciar o mal e o bem e serem sábias em suas decisões
Onde elas tenham tempo para se dedicarem a expressarem aquilo que lhes vai na alma, sem serem ridicularizadas.
Onde a paz e o amor seja a morada do seu coração
Onde elas considerem a todos como irmãos, sem guerra ou separação
Onde a felicidade seja uma constante, em seus corações e mentes.
Onde sua inteligência sempre seja direcionada para o bem e não corrompida ou falseada
Onde elas tenham todos os seus direitos respeitados, seus deveres iluminados.
Onde elas construam seu presente aos dias futuros
Onde o sorriso seja o seu melhor amigo

[Clique aqui para continuar a ler...]